Tetraplégico bebe cerveja sozinho depois de 13 anos com ajuda de implante cerebral


intelectual copy Pesquisadores da Caltech Keck Medicine of USC conseguiram, em um teste clínico, implantar com sucesso um novo tipo de braço mecânico em um paciente tetraplégico. A nova prótese permitiu que Erik Sorto, o paciente que participou do teste, voltasse a ser capaz de beber cerveja sozinho pós 2 anos de treino.

Em 2013, Sorto recebeu um implante cerebral para poder controlar a prótese. Desde então, ele estava trabalhando com terapeutas ocupacionais e pesquisadores para melhorar sua habilidade com o braço. Ao tomar cerveja sozinho pela primeira vez em 13 anos, quando se tornou tetraplégico por causa de uma lesão com arma de fogo, ele disse ao Japan Times que a bebida tinha o sabor “de um pedacinho do paraíso”.

Por meio de próteses neurais implantadas no centro de movimento do cérebro – o córtex motor – já era possível a pessoas com deficiência ou amputações utilizar próteses controladas pelo cérebro que substituem os membros perdidos. No entanto, esse método fazia com que os movimentos se tornassem mais lentos e pouco responsivos, como se houvesse atraso entre o cérebro e o membro.

A novidade dos pesquisadores da Caltech é implantar as próteses neurais não na parte do cérebro que controla o movimento, mas na parte que controla a intenção do movimento: o Córtex Posterior Parietal (CPP). Com isso, o uso da prótese se torna mais fluido, e movimentos mais precisos são possíveis.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s