Ferramenta otimiza roteiro das melhores cervejarias dos Estados Unidos


intelectual copy O mercado norte-americano de cervejas artesanais é um dos maiores do mundo. Segundo um levantamento da Brewer Association, em 2014, existiam nada menos que 1,8 mil microcervejarias e cerca de 1,4 mil brewpubs (bares que produzem cerveja) espalhados pelos Estados Unidos.  Todos os anos, a comunidade de reviews de cervejas RateBeer faz uma lista com as 100 melhores cervejarias do mundo. Este ano, o ranking estampa nada menos do que 72 cervejarias norte-americanas.

Com base nesse contexto, vem a pergunta entre os apreciadores da bebida: quais são as que valem uma visita? E, sabendo quais são, como traçar uma rota efetiva para conhecer esses lugares?

O cientista Randal Olson descobriu uma ótima forma de responder á essas perguntas utilizando um algoritmo de sequenciamento genético e uma API do Google Maps. Ele uniu essas ferramentas e criou um mecanismo para gerar um roteiro otimizado para quem quiser viajar de carro pelos Estados Unidos visitando cervejarias de seu interesse. A solução entrega diversos dados úteis para facilitar o trajeto.

Vai para os EUA? Verifique as cervejarias que valem uma visita: http://flowingdata.com/2015/10/26/top-brewery-road-trip-routed-algorithmically/

brewery-road-trip-final3

Anúncios

Coruja Extra Viva


indiferente copy A cerveja Coruja Extra Viva é incrementada por dois tipos de malte, Vienna e Pilsen, um pouco mais alcoólica (6,5%) e contém ainda os lúpulos Galena e Perle.

Cerveja de coloração âmbar, espuma de média formação e duração, leve aroma de lúpulo, médio amargor e uma leve presença de álcool no sabor. Provei esta cerveja na Toca da Coruja em Porto Alegre-RS, após provar a Coruja Baca (excelente). Não sei se isso afetou meu paladar, mas não caiu tão bem como eu esperava..

Ingredientes: Água, malte, lúpulo e levedura.

bandeira-do-brasil
Origem: Brasil (Forquilinha-SC)
Estilo: Premium American Lager
Teor Alcoólico: 6,5%
Amargor: baixo/médio
Temperatura de degustação: 0 a 4ºC

wpid-20151103_113344.jpg

Cervejaria alemã Hofbräuhaus chega a Belo Horizonte.


piscada copy Inaugura hoje, dia 24, em Belo Horizonte/MG, a primeira filial na América Latina da famosa cervejaria Hofbräuhaus na América. A casa terá capacidade para 350 pessoas em um ambiente confortável e aconchegante, seguindo os padrões do modelo internacional. As mesas são todas coletivas, com enormes bancos que fazem com que as pessoas desconhecidas se misturem e bebam juntas.

Para garantir a qualidade da cerveja, as receitas vieram da matriz, assim como os ingredientes e maquinários também importados da Alemanha. A água  passa por um tratamento para chegar ao mesmo perfil mineral da água de Munique. Mensalmente, serão enviadas amostras da cerveja para um laboratório de análise, que por sua vez envia o resultado para a matriz na Alemanha.

A história da cervejaria começa em 1589 quando o Duque da Baviera resolveu fabricar sua própria cerveja para não ter que pagar os altos preços da bebida que era comprada em Einbeck, na Baixa Saxônia. Assim foi fundada a Hofbräuhaus que, em alemão, significa“cervejaria da corte”. Ela ficou restrita entre a nobreza até 1828 quando foi aberta para o público em geral.

url

Tupiniquim Lost in Translation


feliz copy A cerveja Tupiniquim Lost in Translation é uma IPA especial que vai além do convencional e utiliza brettonamyces (leveduras selvagens belgas usadas para produção de Lambics) para sua fermentação, que lhe proporcionam sabores e aromas distintos e lhe conferem grande complexidade. Essa é uma cerveja colaborativa feita com Jeppe Jarnit-Bjergsø, da cerveja cigana Evil Twin. Ganhadora da medalha de ouro no Festival Brasileiro da Cerveja 2015 na categoria American-Style Brett Beer e medalha de bronze no Australian Beer Awards 2015 na categoria Speciality Beer.

Cerveja de coloração levemente alaranjada, um pouco turva, espuma com boa densidade e duração (característica da cervejas de trigo), aroma frutado e amargor equilibrado um pouco mais suave do que uma típica IPA. Excelente cerveja.

Ingredientes: Água, malte de cevada, malte de trigo, aveia, lúpulo e leveduras.

bandeira-do-brasil
Origem: Brasil (Porto Alegre-RS
Estilo: India Pale Ale
Teor Alcoólico: 6,5%
Amargor: médio
Temperatura de degustação: 5 a 7ºC

wpid-20151109_131636.jpg

Coruja Otus


indiferente copy A cerveja Coruja Otus é a versão pasteurizada da Coruja Viva. Produzida em Forquilhinha (SC), é a versão mais light da bebida, atendendo à demanda cada vez maior por produtos de baixa caloria. Corresponde a uma bebida leve e refrescante.

Cerveja de coloração amarelo vivo, espuma de boa formação e duração, leve aroma de lúpulo e baixo amargor. Já provei a Coruja Viva e achei muito boa, mas havia algo diferente nesta Coruja Otus que não me agradou muito. Quando tiver oportunidade farei uma nova degustação desta cerveja.

Ingredientes: Água, puro malte de cevada, lúpulo e fermento.

bandeira-do-brasil
Origem: Brasil (Forquilhinha-RS)
Estilo: Premium American Lager
Teor Alcoólico: 4,5%
Amargor: baixo
Temperatura sugerida: de 3 a 7°C

wpid-20151103_113039.jpg

Bier Hoff Jerimoon


sorrindo copy A cerveja Bier Hoff Jerimoon é um Pumpkin Ale produzida a partir de uma combinação de cinco diferentes tipos de maltes importados, abóbora caramelizada, além de especiarias como canela, cravo, noz-moscada, pimenta e gengibre. Pertence ao estilo Vegetable Beer e recebe o nome de Pumpkin por receber abóbora em sua formulação. Esse estilo de cerveja já é consagrado nos EUA e foi criado pelos primeiros colonos americanos, que na procura por ingredientes locais para suas cervejas, se voltaram para as abóboras, que eram abundantes, saborosas e nutritivas.

Cerveja de coloração âmbar, espuma de média formação e boa retenção, aroma de doce de abóbora, sabor destacado de canela e um leve amargor. Muito boa cerveja. Vale a pena provar.

bandeira-do-brasil
Origem: Brasil (Curitiba-PR)
Estilo: Pumpkin Ale
Teor Alcoólico: 5,5%
Amargor: baixo/médio
Temperatura de degustação: 4 a 6ºC

wpid-20151101_221530.jpg

Black Hops Midnight Pale Ale: a cerveja do Call of Duty


piscada copy A Activision se associou à fabricante de cervejas australiana Black Hops Brewing, para anunciar a produção da cerveja que homanegeia o famoso jogo de vídeo game Call of Duty: Black Ops III.

A cerveja refrescante ganhou o nome de “Black Hops Midnight Pale Ale” é de cor preta e conta com uma taxa de 4,8% de álcool.

Infelizmente a cerveja será vendida exclusivamente na Austrália, a partir do dia 2 de novembro, para maiores de 18 anos. Vamos ver se aparece algum exemplar por aqui.