Cerveja com cannabis foi aprovada para venda nos EUA


intelectual copy
A cervejaria Dads & Dudes Breweria do Colorado (EUA), recebeu a aprovação do governo americano para vender a cerveja General Washington’s Secret Stash, que contém canabinóides (CBDs) – mas não THC – em todos os 50 estados do país. “Os canabinóides são um composto antioxidante e neuro-protetor  com benefícios para a saúde”, explica o sócio Mason Hembree.

A cervejaria já vende a cerveja Cannabeer (com canabinóides) no Colorado, onde a maconha é legal. O que eles fizeram foi enviar ao governo federal um pedido para vender no país inteiro. Após uma análise completa dos ingredientes, receita e processo, foi dado o sinal verde para venda nacional e ainda conseguiram a patente no método de fabricação.

“Tivemos que encontrar o momento perfeito no processo de fermentação para adicionar a CBD na cerveja”, diz Hembree. Cada barril da bebida, renomeado agora de General Washington’s Secret Stash, contém 500 miligramas de canabinóides, cerca de 4 miligramas por litro.

A inspiração para o nome, General Washington’s Secret Stash, “O general era um líder rebelde, e esta cerveja é uma idéia rebelde”, diz Hembree.

washington-cannabis-beer-3d48e899-ca35-478e-aeed-36ed9544a2af

Anúncios

Diabólica 6,66% IPA


sorrindo copy
A curitibana Diabólica é uma cervejaria independente, feita com muita garra e persistência. Lançada em 2009, durante a 10ª edição do Psycho Carnival em Curitiba, a Diabólica era literalmente uma produção caseira.

A cerveja Diabólica 6,66% é inspirada nas clássicas ales inglesas. O estilo escolhido, India pale ale, tem sua origem no século XVIII nos tempos do Império Britânico. Foi uma cerveja feita para “sobreviver” à longa viagem de navio da Inglaterra até a Índia, recebe o Dry Hopping para acentuar as características de lúpulo  e tem teor alcoólico maior do que as tradicionais pale ales.

Cerveja de coloração entre vermelho e marrom, mais escura do que as tradicionais IPAs, espuma de boa formação e persistência, aroma frutado e levemente defumado, com médio amargor. Boa cerveja. Vale provar.

bandeira-do-brasil
Origem: Brasil (Curitiba-PR)
Estilo: India Pale Ale
Teor Alcoólico: 6,66%
Amargor: médio
Temperatura de degustação: 4 a 8ºC
img_20160815_125229.jpg

Banner 1

Opa Bier Brasileira


feliz copy
A cervejaria Opa Bier foi fundada em fevereiro de 2006 para resgatar a tradição joinvilense de produzir cervejas de qualidade incontestável. É uma homenagem aos primeiros colonizadores de Joinville, que encontraram água pura para a produção de cerveja e aos cervejeiros que por muito tempo, deram fama à Joinville fabricando a melhor cerveja do Brasil. A cerveja Opa Bier Brasileira foi desenvolvida para os adoradores da boa cerveja nacional. É do tipo Pilsen como pede a preferência nacional.

Cerveja de coloração amarelo vivo, espuma de boa formação e persistência, aroma e sabor de malte com baixo amargor. Cerveja leve, refrescante e fácil de beber. Perfeita para o nosso verão. Recomendo.

bandeira-do-brasil
Origem: Brasil (Joinville-SC)
Estilo: Pilsen
Teor Alcoólico: 4,6%
Amargor: baixo
Temperatura de degustação: 1 a 5ºC

img_20160815_125156.jpg

Banner 1

Cidade Imperial Helles


sorrindo copy
A cerveja Cidade Imperial Helles é a mais nova cerveja artesanal feita pelo príncipe Francisco de Orleans e Bragança em Petrópolis, única cidade imperial das Américas. Elaborada segundo os conceitos de Lei de Pureza alemã, tendo em sua composição o uso exclusivo de maltes selecionados proporcionando sabor e aromas exclusivos.

Cerveja de coloração dourada, espuma de média formação e persistência, aroma de malte, sabor de cereais e leve lúpulo, mantendo um baixo amargor. Uma boa cerveja nacional.

bandeira-do-brasil
Origem: Brasil (Petrópolis-RJ)
Estilo: Munich Helles
Teor Alcoólico: 5,2%
Amargor: baixo
Temperatura de degustação: 5 a 7ºC

img_20160801_135952.jpg

Banner 1

Chouffe Soleil


feliz copy
A Chouffe Soleil é produzida pela cervejaria Brasserie d´Achouffe, que faz parte, desde 2006, do vasto universo do grupo Cervejeiro Duvel Moortgat. É uma Belgian Blond Ale de edição especial, sazonal de verão, não filtrada e produzida com dry-hopping do lúpulo Amarillo e cascas de laranja.

Cerveja de coloração alaranjada turva, espuma de boa formação e persistência, aroma herbal e frutado, sabor cítrico e médio amargor. Mais uma excelente cerveja belga.

Ingredientes: água, malte, lúpulo e leveduras.

belgica
Origem: Bélgica
Estilo: Belgian Blond Ale
Teor Alcoólico: 6%
Amargor: médio
Temperatura sugerida para degustação de 5 a 7°C

img_20160801_135903.jpg

capafacebook

10 cervejas especiais para iniciantes


intelectual copy
Recebi algumas mensagens pedindo sugestões de cervejas para quem esta começando a entrar neste mundo de cervejas especiais ou artesanais. É bem difícil montar essa lista, assim como é difícil dizer qual a minha cerveja ou estilo de cerveja preferido. Mas como falar sobre cerveja é sempre divertido, montei a lista com 10 estilos e marcas de cervejas para iniciantes. Se alguém quiser complementar, fiquem a vontade. O mais importante é provar novas cervejas e se divertir.

  1. Weiss – Pra começar, uma cerveja de trigo, pouco amarga – Erdinger Weissbier, Bierland Weizen
    edi
  2. Dunkel – Pra iniciar na cerveja escura, pouco amarga – Eisenbahn Dunkel
    eise
  3. Pilsen Puro Malte (e sem aditivos) – Parece bobagem mas não é. É nítida a diferença. Mas prove uma puro malte sem aditivos – Heineken, Devassa Puro Malte, Baden Baden Cristal
    bad
  4. Dry Stout – Alguns podem até não gostar, mas não deixe de provar. Cerveja escura, espuma cremosa, sem amargor – A única Guinness Dry Stout.
    gui
  5. Belgian (Belgas) – Cerveja com um pouco mais de álcool e médio amargor. Não são baratas, mas valem a pena – Delirium Tremens, Leffe Blonde
    del
  6. Porter – Cerveja escura com aroma de café e chocolate. Não é tão fácil de encontrar – Rogue Mocha Porter, Klein Estivadora, Ashby Porter
    as
  7. Witbier – Cerveja clara de trigo mas que também contém coentro. Muito refrescante – Vedett Extra White, Bierland Witbier
    ved
  8. IPA – Essa é uma das minhas preferidas, mas odiada por muitos. Tem aroma de frutas e forte amargor – Brewdog Punk IPA, Goose Island IPA, Schornstein IPA
    goo
  9. Stout – Cerveja escura, amarga e com mais álcool. Não é pra qualquer um – Wals Petroleum, Amazon Beer Stout Açai
  10. A décima sugestão ? Divirta-se… entre no mercado, bar especializado, empório, boteco da esquina e prove aquela cerveja que “piscar” pra você. Essa é uma das partes divertidas de provar cervejas especiais. Se você gostou do rótulo, manda ver. Claro que algumas você não vai gostar, mas faz parte da brincadeira. Seja feliz e saúde!

cerva_emagrece

capafacebook

Borck Pilsen


indiferente copy
A história da Cervejaria Borck inicia em 1995, quando seu fundador Brunhard Borck abandona a vida de bancário para investir em um sonho. Em 25 de agosto de 1995 decide montar uma microcervejaria, na cidade de Timbó, coração da colonização alemã e italiana em Santa Catarina.

Em Pomerode-SC, provei o chopp Borck Pilsen. Chopp de coloração amarelo bem claro, espuma de média formação e pouca persistência, pouco aroma de malte e baixo amargor. Um chopp refrescante mas leve demais para o meu paladar.

bandeira-do-brasil
Origem: Brasil (Timbó-SC)
Estilo: Pilsen
Teor Alcoólico: 4,5%
Amargor: baixo

img_20160727_132849.jpg

capafacebook