Guinness


Nunca gostei cerveja escura, mas resolvi testar a mais famosa. Realmente ela tem um sabor especial. A Guinness é uma cerveja bastante interessante. Eu recomendaria até para pessoas que não gostam de cerveja. Ela tem um sabor suave, aveludado e com um toque especial de café.

E a espuma? Quando o anel da lata de alumínio é puxado, sobe uma espuma cremosa que faz inveja a muito chope tirado na hora. O segredo está num reservatório de nitrogênio colocado no fundo da lata. É essa cápsula que provoca a espuma. Ao ser aberta a lata, o gás na cápsula sai, por causa da diferença entre a pressão interior e o ambiente.

Nota 10

Estilo: Dry Stout
Teor Alcoólico: 4,1%
Disponível em latas de 440 ml
Temperatura sugerida para degustação de 8 a 12°C
Preço médio: R$ 15,00
Origem: Irlanda

1959827_651811171550416_1305154502_n

 

 

 

Anúncios

Leffe – Blonde


O que falar da Leffe ? Sensacional! A receita é de 1240, produzida por monges na Bélgica. Logo, deve ser abençoada :). Espuma firme, aroma suave, pouco amarga e “bonita de se ver”. Uma cerveja para ser apreciada com tranquilidade. Recomendo. Nota 10.

Estilo: Belgian Blond Ale
Teor Alcoólico: 6,6%
Amargor: baixo
Disponível em garrafas de 330ml
Temperatura sugerida para degustação de 4 a 8°C
Origem: Bélgica

Compre esta cerveja na loja virtual do Balde de Cerveja

10150614_672156959515837_4113384104299789048_n

 

 

 

Erdinger Champ


Excelente cerveja. A Erdinger Champ não deve ser comparada a Erdinger tradicional consumida no copo de meio litro. Apesar das duas cervejas serem de trigo, esta versão Champ foi produzida para beber direto na garrafa, principalmente quando você esta na balada. Eu tomei no copo mesmo porque gosto de ver a coloração das cervejas que testo pela primeira vez. Ela tem a coloração um pouco opaca, típica das cervejas de trigo. Tem um aroma agradável e sabor refrescante. Recomendo. Nota 10.

Estilo: Weissbier
Teor Alcoólico: 4,7%
Aroma: Não marcante
Amargor: baixo
Disponível em garrafas de 330ml
Temperatura sugerida para degustação de 4 a 7°C
Preço médio: R$ 8,00
Origem: Alemanha

10299526_693664014031798_104903385444378911_n

 

 

 

Weihenstephaner Vitus


A Weihenstephaner Vitus é uma Weizenbock, elaborada com malte de trigo e cevada. Tem um toque frutado e sabor acentuado de cravo da índia. Fenomenal! Meu amigo César Almeida (ccesar.almeida@bol.com.br) recomenda.

Estilo: Weizenbock
Teor Alcoólico: 7,7%
Cor: dourado
Disponível em garrafas de 500ml
Temperatura sugerida para degustação de 4 a 8°C
Preço médio: R$ 19,00
Origem: Alemanha

Índice

 

 

 

Biritis


feliz copyO rótulo da Biritis reflete bem a proposta da cerveja: alegre e descontraída como o próprio Mussum. É uma cerveja com aroma agradável, coloração alaranjada, espuma densa e sabor marcante. Me agradou. Recomendis. Nota 8,5

Estilo: Vienna Larger
Teor Alcoólico: 4,8%
Amargor: médio
Disponível em garrafas de 600ml
Origem: Brasil

10154981_679825078749025_6685595631998834288_n

banner_blog copy

 

Primeiro post – Baden Baden Golden


Para este primeiro post, escolhi uma cerveja que já conheço e pra mim é uma das melhores: Baden Baden Golden. Cerveja de trigo com canela. O aroma de canela combina muito bem com esta cerveja de sabor suave e levemente adocicado. Alguns podem achar estranho o aroma de canela, mas ele não “estraga” a cerveja. Sua coloração é um pouco turva comum nas cervejas de trigo. Pra quem não conhece, recomendo…vale a pena provar. Ah, minha esposa também gostou. Nota 10.

Estilo: Ale
Teor Alcoólico: 4,5%
Aroma: Adocicado (canela)
Amargor: baixo
Disponível em garrafas de 600ml
Temperatura sugerida para degustação de 3 a 5°C

wpid-20140523_200531.jpg