Leffe – Blonde


O que falar da Leffe ? Sensacional! A receita é de 1240, produzida por monges na Bélgica. Logo, deve ser abençoada :). Espuma firme, aroma suave, pouco amarga e “bonita de se ver”. Uma cerveja para ser apreciada com tranquilidade. Recomendo. Nota 10.

Estilo: Belgian Blond Ale
Teor Alcoólico: 6,6%
Amargor: baixo
Disponível em garrafas de 330ml
Temperatura sugerida para degustação de 4 a 8°C
Origem: Bélgica

Compre esta cerveja na loja virtual do Balde de Cerveja

10150614_672156959515837_4113384104299789048_n

 

 

 

Origem da Brahma Granja Comary é questionada


Confesso que quando vi a propaganda da Brahma Granja Comary achei um pouco estranho. Plantar e colher uma boa cevada não é tão simples assim. Mas vamos aguardar o resultado final deste questionamento. Segue reportagem publicada no site da Exame.

São Paulo – A edição especial da cerveja Brahma Granja Comary, cuja cevada foi promovida pela marca como plantada, cultivada e colhida no local de treino da seleção brasileira, está tendo sua origem questionada.

O Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar), que se reuniu nesta quarta-feira, julgará a denúncia de um consumidor que pede a comprovação da fonte do ingrediente, segundo porta-voz do órgão. A Ambev nega as acusações.

De aconrdo com o Conar, a fabricante deverá reunir provas de que a informação veiculada em anúncios e no rótulo da embalagem é verdadeira. O processo pode, se for o caso, ser arquivado. Caso a fonte não seja autêntica, o Conar pedirá alteração ou suspensão da publicidade do produto.

Além do processo no Conar, a mesma reclamação sobre a autenticidade da cerveja vem fazendo barulho na internet depois de post publicado pelo blogueiro Juca Kfouri. Segundo texto do colunista do UOL, ele protagonizou “dois dias e meio de procura incansável” pelas plantações de cevada no local, sem sucesso.

Segundo afirmou a Brahma em comunicado, a colheita aconteceu no começo do ano de 2014. “O cereal foi beneficiado, transformado em malte e utilizado na produção da cerveja. Se hoje não há cevada na Granja Comary, é justamente porque o cereal foi usado no produto que já está sendo comercializado no mercado”, diz o texto.

size_590_Brahma_lanca_edicao_especial_cerveja_Granja_Comary

http://exame.abril.com.br/marketing/noticias/origem-da-cevada-da-brahma-granja-comary-e-questionada

Erdinger Champ


Excelente cerveja. A Erdinger Champ não deve ser comparada a Erdinger tradicional consumida no copo de meio litro. Apesar das duas cervejas serem de trigo, esta versão Champ foi produzida para beber direto na garrafa, principalmente quando você esta na balada. Eu tomei no copo mesmo porque gosto de ver a coloração das cervejas que testo pela primeira vez. Ela tem a coloração um pouco opaca, típica das cervejas de trigo. Tem um aroma agradável e sabor refrescante. Recomendo. Nota 10.

Estilo: Weissbier
Teor Alcoólico: 4,7%
Aroma: Não marcante
Amargor: baixo
Disponível em garrafas de 330ml
Temperatura sugerida para degustação de 4 a 7°C
Preço médio: R$ 8,00
Origem: Alemanha

10299526_693664014031798_104903385444378911_n

 

 

 

Weihenstephaner Vitus


A Weihenstephaner Vitus é uma Weizenbock, elaborada com malte de trigo e cevada. Tem um toque frutado e sabor acentuado de cravo da índia. Fenomenal! Meu amigo César Almeida (ccesar.almeida@bol.com.br) recomenda.

Estilo: Weizenbock
Teor Alcoólico: 7,7%
Cor: dourado
Disponível em garrafas de 500ml
Temperatura sugerida para degustação de 4 a 8°C
Preço médio: R$ 19,00
Origem: Alemanha

Índice

 

 

 

Biritis


feliz copyO rótulo da Biritis reflete bem a proposta da cerveja: alegre e descontraída como o próprio Mussum. É uma cerveja com aroma agradável, coloração alaranjada, espuma densa e sabor marcante. Me agradou. Recomendis. Nota 8,5

Estilo: Vienna Larger
Teor Alcoólico: 4,8%
Amargor: médio
Disponível em garrafas de 600ml
Origem: Brasil

10154981_679825078749025_6685595631998834288_n

banner_blog copy

 

Curso on-line gratuito de cerveja


O site Sociedade da Cerveja tem um curso on line gratuito. São dois módulos: Conhecedor de cerveja e Harmonização com cerveja.

Aprenda desde a história da cerveja a dicas de consumo por meio de vídeos, infográficos e muito mais. Ao concluir todos os módulos, você receberá um certificado exclusivo. Recomendo.

academia.sociedadedacerveja.com.br

Capturar

 

Kirin Ichiban


Apesar do rótulo com cara de saque vendido no bairro da Liberdade, a Kirin Ichiban é uma cerveja Larger produzida no Brasil. Não gostei muito do sabor desta cerveja. Nota 6,00

Estilo: Larger
Teor Alcoólico: 4,95%
Amargor: médio
Disponível em garrafas de 355 ml

10314773_693665180698348_4662220279450240228_n

 

 

Norte-americanos criam resfriador portátil para gelar cervejas enquanto se bebe


Empreendedores dos Estados Unidos criaram um protótipo de um resfriador de cervejas capaz de diminuir a temperatura da bebida em diversos graus dentro de alguns minutos. O produto ainda não está em fase de comercialização e conseguiu mais de US$ 26 mil em investimentos por meio do Kickstarter, plataforma online para o financiamento de projetos.

O Beer Blizzard, como foi batizado pelos criadores Mike Robb e Tom Osbourne, tem o formato idêntico ao fundo de garrafas e latinhas de cerveja e é feito de um tipo de poliuretano termoplástico. O produto funciona basicamente como um cubo de gelo reutilizável: basta colocá-lo no congelador e, depois de algum tempo gelando, acoplá-lo à base da cerveja.

 

 

ESTADÃO PME » Informação » notícias – 14 de maio de 2014 | 6h 40

http://pme.estadao.com.br/noticias/noticias,norte-americanos-criam-resfriador-portatil-para-gelar-cervejas-enquanto-se-bebe,4363,0.htm

 

Primeiro post – Baden Baden Golden


Para este primeiro post, escolhi uma cerveja que já conheço e pra mim é uma das melhores: Baden Baden Golden. Cerveja de trigo com canela. O aroma de canela combina muito bem com esta cerveja de sabor suave e levemente adocicado. Alguns podem achar estranho o aroma de canela, mas ele não “estraga” a cerveja. Sua coloração é um pouco turva comum nas cervejas de trigo. Pra quem não conhece, recomendo…vale a pena provar. Ah, minha esposa também gostou. Nota 10.

Estilo: Ale
Teor Alcoólico: 4,5%
Aroma: Adocicado (canela)
Amargor: baixo
Disponível em garrafas de 600ml
Temperatura sugerida para degustação de 3 a 5°C

wpid-20140523_200531.jpg

 

 

%d blogueiros gostam disto: