Tupiniquim Saison de Caju


 A Tupiniquim Saison de Caju foi elaborada com polpa de caju e manga. Para sua fermentação foi adicionado Brettanomyces. Cerveja de coloração alaranjada, espuma de baixa formação e persistência, aroma de frutado, destacando mais manga, e tem baixo amargor para uma Saison. É boa mas não tomaria novamente. Origem: Brasil (Porto Alegre-RS)Estilo: SaisonTeor Alcoólico: 6,8%Amargor:Continuar lendo “Tupiniquim Saison de Caju”

Tupiniquim Weiss Maracujá


 As cervejas de trigo, conhecidas por sua leveza e refrescância, são bebidas na Alemanha especialmente durante o verão. A Tupiniquim foi além e desenvolveu uma versão tropical desta cerveja, adicionando maracujá á receita e tornando ela ainda mais saborosa. Eu particularmente tenho consumido menos cerveja de trigo porque estou achando que são muito adocicadas, masContinuar lendo “Tupiniquim Weiss Maracujá”

Tupiniquim Orvalho


A Tupiniquim Orvalho é uma American Pale Ale com uma combinação do clássico lúpulo Cascade, com a potência dos lúpulos Mosaic e Ekuanot. Cerveja de coloração amarelo vivo, espuma de média duração e persistênci, aroma floral e baixo amargor. Só mão gostei muito da carbonatação dessa cerveja. Origem: Brasil (Porto Alegre-RS) Estilo: American Pale AleContinuar lendo “Tupiniquim Orvalho”

Tupiniquim Chocolate


Um momento de prazer para muitos é provar um saboroso pedaço de chocolate. Para criar esses momentos é que foi feita a Tupiniquim Chocolate, mas de forma diferente: degustando uma cerveja. Ganhadora da medalha de ouro no Festival Brasileiro da Cerveja 2015 na categoria Chocolate/Cocoa-Flavored Beer e medalha de bronze no South Beer Cup 2015Continuar lendo “Tupiniquim Chocolate”

Tupiniquim Lost in Translation


 A cerveja Tupiniquim Lost in Translation é uma IPA especial que vai além do convencional e utiliza brettonamyces (leveduras selvagens belgas usadas para produção de Lambics) para sua fermentação, que lhe proporcionam sabores e aromas distintos e lhe conferem grande complexidade. Essa é uma cerveja colaborativa feita com Jeppe Jarnit-Bjergsø, da cerveja cigana Evil Twin.Continuar lendo “Tupiniquim Lost in Translation”

Tupiniquim Pilsen


Me interessei em testar esta cerveja quando estava em um supermercado de Porto Alegre, pela curiosidade do nome bem “brasileiro”: Tupiniquim. É uma  Pilsen bem refrescante e de agradável paladar. Desce fácil. Tem coloração marcante e apresenta um excelente equilíbrio. O mais difícil foi coloca-la na mala de mão que levei no avião. Mas valeuContinuar lendo “Tupiniquim Pilsen”